Fox PB
Início » Simone Tebet diz que não vê ‘dificuldades’ para aprovação de Aras em sabatina no Senado
Destaques Política

Simone Tebet diz que não vê ‘dificuldades’ para aprovação de Aras em sabatina no Senado

No mesmo dia em que foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para chefiar a Procuradoria-Geral da República (PGR), Augusto Aras telefonou para a presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Simone Tebet (MDB-MS). Aras disse que gostaria de fazer uma visita de cortesia à senadora. O subprocurador-geral da República será sabatinado pela comissão e seu nome passará por votação no plenário do Senado.

A senadora afirmou que não vê “dificuldades” para aprovação de Augusto Aras na sabatina na CCJ. “Não vejo dificuldades, ele é ponderado, equilibrado. Defende a Lava Jato, mas sem excessos, tem trânsito com vários campos para conversar e debater”, afirmou Simone Tebet.

Ao blog, Aras já disse que só vai dar detalhes de sua gestão após a sabatina. Nesta quinta (5), ele disse ao blog que está “muito feliz” com a indicação.

O procurador informou que pretende percorrer os 81 gabinetes do Senado e pediu uma estimativa de tempo para poder se organizar. Simone Tebet disse a ele para ficar tranquilo porque o processo na CCJ não durará menos de 15 dias.

“Ele foi muito cortês e me telefonou ontem. Eu até estive com Davi Alcolumbre [presidente do Senado] à noite para tratar de várias pautas e perguntei se a mensagem presidencial tinha chegado, mas ele disse que não. Então, deve ser lida só semana que vem, e combinamos que depois de Aras me fazer uma visita, eu indico o relator na CCJ”, afirmou a senadora.

Augusto Aras vai substituir a atual procuradora-geral, Raquel Dodge. O mandato dela termina no próximo dia 17.

Perfil

Aras ganhou a simpatia do presidente porque desde abril se apresentou como o candidato conservador, com foco em questões econômicas e com intenção de desburocratizar obras sem “radicalizar” em questões ambientais e indígenas.

Ele se diz “desenvolvimentista” – o seu primeiro contato no governo foi com Tarcísio de Freitas, ministro da Infraestrutura.

Quando perguntado sobre religião, ele diz que é “cristão, um bom cristão”.

O seu principal interlocutor junto ao presidente foi o deputado Alberto Fraga (DEM-DF), uma das lideranças da bancada da bala.

Augusto Aras não integrou a lista tríplice de nomes sugeridos pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) à Presidência da República para assumir a PGR.

Bolsonaro não é obrigado a escolher alguém da lista. Após o anúncio da indicação, a ANPR divulgou nota na qual classifica a escolha como “retrocesso democrático e institucional”.

Antes de ser indicado, o subprocurador-geral da República reuniu-se ao menos três vezes com o presidente. Os encontros não constaram na agenda oficial de Bolsonaro, divulgada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência.

G1

Notícias relacionadas

Coronavírus: Sikêra Jr. está com pulmões comprometidos, diz jornalista

foxpb

Sertânia confirma mais oito casos de Covid-19 e município chega a 85 casos.

foxpb

Bolsonaro celebra independência dos EUA em embaixada no Brasil

foxpb

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.