Fox PB
Início » O técnico Fernando Diniz criticou a postura do Fluminense
Esportes

O técnico Fernando Diniz criticou a postura do Fluminense

O técnico Fernando Diniz criticou a postura “sonolenta” e “dispersa” do Fluminense no início do empate em 1 a 1 com o Resende, pela segunda rodada da Taça Rio, em Moça Bonita. Na avaliação do treinador, a equipe esperou o segundo tempo para demonstrar “interesse de ganhar o jogo”.

– Faltou não entrar no segundo tempo de maneira sonolenta. O time entrou de maneira dispersa. O Resende, em um chute que desviou, marcou o gol, mas nós entramos de uma maneira que não era para entrar. No segundo tempo, tivemos muito mais mobilidade e interesse de ganhar o jogo – disse Diniz.

– Se estivéssemos com 11 jogadores, provavelmente viraríamos o jogo no final. A gente tem que entrar nos jogos com a mesma concentração do segundo tempo. Tem sido a tônica do time. Demos uma vacilada e tivemos o azar do desvio, mas possibilitamos que o Resende tivesse a chance do chute – completou o treinador.

Depois de dois jogos e pouco destaque de Paulo Henrique Ganso, Diniz negou que o camisa 10 esteja apático em campo. Para o treinador, os erros coletivos desta tarde dificultaram o trabalho do meia, que mudou de função no segundo tempo.

– A gente conseguiu chutar pouco. O time deles teve praticamente todos os jogadores da intermediária para trás e as chances foram raras. Não foi problema do Ganso, o time teve pouca mobilidade e pouca agressividade. Isso dificulta para quem está armando o jogo – explicou Diniz.

– Ele ficou um pouco mais adiantado no primeiro tempo. No segundo tempo, eu trouxe para trás quando Mateus Gonçalves entrou, e ele deu uma melhorada no jogo – continuou.

O empate pode tirar o Fluminense da zona de classificação da Taça Rio ao fim desta rodada em caso de vitórias de Volta Redonda e Vasco. Pelo Carioca, o próximo compromisso do Tricolor é no dia 10, contra a Cabofriense. Antes, a equipe enfrenta o Ypiranga-RS pela Copa do Brasil, na quarta-feira. Diniz e os jogadores voltam ao trabalho na manhã de sábado, no CTPA.

Confira outras respostas do treinador:

Estreia de Léo Santos

O Léo foi muito bem nessa estreia, por chegar e jogar em um sistema completamente diferente do que ele vinha atuando. Correspondeu à expectativa.

Elogios a Mateus Gonçalves

O Mateus entrou muito bem, criou muitas situações. Estava crescendo nos treinamentos e teve oportunidade. Me agradou bastante.

Muitas mudanças no time titular

Não posso falar que isso prejudicou o trabalho de uma maneira determinante. Quando você não repete a equipe, perde um pouco em entrosamento. A gente tem pouco tempo para treinar. O Léo Santos estreou, o Ganso acabou de chegar. Perdemos Airton, Bruno Silva… Mas não posso falar que foi determinante. Os jogadores são treinados para entrar e corresponder.

FoxPB com Globoesporte

Notícias relacionadas

Campeão Flamengo vence Palmeiras em dia de recordesv

foxpb

Flamengo negocia com Glenda Kozlowski programa fixo na FlaTV

foxpb

Entenda por que Sampaoli vê Carlos Sánchez e Evandro como “sócios” no meio-campo do Santos

foxpb

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.