Fox PB
Início » Hospital Badim, Ninho do Urubu e Museu Nacional: Rio tem 3º incêndio trágico em pouco mais de um ano
Brasil Destaques

Hospital Badim, Ninho do Urubu e Museu Nacional: Rio tem 3º incêndio trágico em pouco mais de um ano

O incêndio que deixou 11 mortos nesta quinta-feira (12) no Hospital Badim, no bairro do Maracanã, Zona Norte do Rio, é a terceira tragédia causada pelo fogo em pouco mais de um ano na cidade.

Os dois casos anteriores foram:

Relembre, abaixo, os incêndios no Museu Nacional e no Ninho do Urubu:

Museu Nacional

Um ano do incêndio no Museu Nacional

A maior parte do acervo do Museu Nacional – que tinha cerca de 20 milhões de itens e era o maior museu de história natural da América Latina – foi destruída. O primeiro sinal de fumaça foi registrado às 19h13 de 2 de setembro. O fogo avançou pela madrugada, quando foi controlado.

Pequenos focos seguiram queimando partes das instalações do museu criado por D. João VI, em 1818, e que completou 200 anos de existência no ano passado. Era a instituição científica mais antiga do país e já serviu de residência da família real brasileira durante o Império. Fósseis, múmias, registros históricos e obras de arte viraram cinzas. Pedaços de documentos queimados foram parar em vários bairros da cidade.

A investigação aponta para um problema em um ar-condicionado, no auditório térreo do prédio. O aparelho não tinha um disjuntor individualizado, descumprindo a recomendação do fabricante.

O sistema de combate a incêndio do local também era precário, segundo laudo da Polícia Federal. Um documento tornado público em abril não informava se o fogo foi provocado por negligência ou por ação criminosa.

G1 questionou a Polícia Federal, que apura o caso, se a investigação avançou nesse ponto. A reportagem também entrou em contato com o Ministério Público Federal e com a Justiça Federal, mas não houve retorno.

As obras na fachada do palacete devem começar ainda este ano. Em entrevista ao G1 um ano depois do incêndio, o diretor do museu, Alexandre Kellner, disse que “é hora de virar a página”.

A expectativa é de que o Museu Nacional reabra as portas para os visitantes em 2022, nas celebrações do bicentenário da Independência do Brasil.

Exposição marca um ano do incêndio no Museu Nacional

Exposição marca um ano do incêndio no Museu Nacional

Ninho do Urubu

Laudo aponta causas do incêndio no CT do Flamengo

Laudo aponta causas do incêndio no CT do Flamengo

Na madrugada de 8 de fevereiro deste ano, um incêndio nos alojamentos no Ninho do Urubu, do Flamengo, deixou dez mortos, todos atletas da base do clube e com idades entre 14 e 16 anos. O Centro de Treinamento Jorge Helal fica em Vargem Grande, Zona Oeste do Rio.

Um laudo da Polícia Civil mostra que o incêndio começou com um curto-circuito. O problema ocorreu no ar-condicionado do alojamento improvisado dos jovens, que funcionava em seis contêineres interligados.

Por causa do material que revestia as paredes do local, o fogo se alastrou. A investigação da Polícia Civil apontou problemas estruturais e elétricos, além da ausência de alvará de funcionamento e de certificado de aprovação dos Bombeiros.

Dez pessoas chegaram a ser indiciadas, mas o Ministério Público determinou que alguns pontos do inquérito da Polícia Civil fossem esclarecidos. Em nota, a Polícia Civil informou que a 42ª DP (Recreio) está concluindo as diligências requisitadas pelo MP.

O MP informou que o inquérito foi devolvido e que “ainda está dentro do prazo” para ser concluído. Até gora, ninguém responde na Justiça pelas dez mortes, segundo o Tribunal de Justiça.

G1

Notícias relacionadas

Americana divulga 68 vagas de emprego abertas no PAT; veja lista de cargos

foxpb

Goleiro paraibano se apresenta à Seleção e concede entrevista coletiva

foxpb

Estudo sugere que vacina de Oxford contra coronavírus é segura e eficaz

foxpb

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.