Fox PB
Início » Bolsonaro garante que não haverá volta de CPMF
Brasil Destaques

Bolsonaro garante que não haverá volta de CPMF

Já falei que não existe CPMF. O que ele quer mexer, tudo proposta, não vai depois dizer lá na frente que eu recuei, tudo é proposta. Nós queremos facilitar o imposto de renda, aumentar a base, acabar com algumas deduções, diminuir o imposto máximo de 27,5%, diminuir um pouco. Essa que é a ideia”, disse Bolsonaro.

Pela proposta de reforma tributária em elaboração pelo Ministério da Economia, essa contribuição seria criada para compensar a desoneração da folha de pagamento em todos os setores da economia. O novo tributo teria entre 0,5% e 0,6% sobre as movimentações financeiras.

Segundo o colunista do G1 Gerson Camarotti, integrantes da equipe econômica do governo já foram alertados por deputados de que haverá forte resistência no Congresso para a aprovação de uma contribuição sobre pagamentos e movimentações financeiras semelhante à antiga CPMF.

Ainda durante a campanha, Bolsonaro negou que pretendia recriar o imposto que incide sobre movimentação financeira.

A CPMF foi extinta em 2007 depois de uma grande campanha contrária de empresários e setores da sociedade civil.

Imposto sobre pagamentos e recebimentos         

O governo já anunciou a intenção de instituir um tributo eletrônico sobre pagamentos e recebimentos – que abrangeria todas as movimentações financeiras, semelhante à extinta CPMF.

A ideia seria colocar esse novo tributo no lugar da contribuição patronal sobre a folha de pagamentos, que seria extinta, para estimular o emprego no país.

O assunto foi tema de evento em São Paulo, nesta quinta-feira (8), com a equipe econômica do governo. Durante o evento, o secretário especial da Receita Federal, Marcos Cintra, afirmou que uma reforma tributária deve ser aprovada até o fim do governo Bolsonaro.

Segundo ele, o projeto a ser apresentado será composto de um tripé: alteração no imposto de renda para pessoas físicas e jurídicas, desoneração da folha de pagamento e criação de um imposto para reunir tributos federais como PIS, Cofins e o IOF.

Isenção de IR                 
Bolsonaro também foi questionado sobre isenção de Imposto de Renda para quem recebe até cinco salários mínimos. Ele disse que a medida seria boa.

“Falei durante a campanha, sim, tinha conversado com o Paulo Guedes. Vou continuar batendo nesta tecla, porque acho que quem ganha até cinco [salários] mínimos em grande parte, quase todo mundo tem o imposto retornado para eles, se a gente puder facilitar a vida deles. Seria muito bom no meu entender”, declarou o presidente.

Cariri em Ação

Notícias relacionadas

Final da Copa América terá show de Anitta e presença de Bolsonaro

foxpb

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE MONTEIRO INFORMA SOBRE 15 NOVOS CASOS DE COVID

foxpb

Prefeitura de São João do Tigre anuncia programação oficial do Carnaval 2020

foxpb

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.