Fox PB
Início » Bandeira de outubro nas contas será amarela
Cidades Destaques

Bandeira de outubro nas contas será amarela

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou, nesta sexta-feira (27) que a bandeira tarifária para o mês de outubro de 2019 será na cor amarela, com acréscimo de R$1,50 extra para cada 100 quilowatts-hora consumidos. Em agosto e setembro houve a cobrança da bandeira tarifária vermelhas no patamar 1, quando há um acréscimo de para R$ 4 a cada 100 kWh consumidos.

De acordo com a agência, a decisão de alterar a bandeira se deve ao fato de outubro ser um mês de transição ente a estação seca e a chuvosa. Com isso, diminuiu a necessidade de acionar usinas termelétricas, que possuem custo de geração de energia mais caro.

” A previsão hidrológica para o mês sinaliza elevação das vazões afluentes aos principais reservatórios, o que também permitirá reduzir a oferta de energia suprida pelo parque termelétrico”, disse a Aneel.

Criado pela Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

O cálculo para acionamento das bandeiras tarifárias leva em conta, principalmente, dois fatores: o risco hidrológico (GSF, na sigla em inglês) e o preço da energia (PLD). Segundo a agência, o cenário favorável reduziu o preço da energia para o seu patamar mínimo, o que “diminui os custos relacionados ao risco hidrológico e à geração de energia de fontes termelétricas”, possibilitando a manutenção dos níveis dos principais reservatórios próximos à referência atual.

No dia 21 de maio, agência aprovou um reajuste no valor das bandeiras tarifárias. Com os novos valores, caso haja o acionamento, o acréscimo cobrado na conta pelo acionamento da bandeira amarela passou de R$ 1 para R$ 1,50 a cada 100 kWh consumidos. Já a bandeira vermelha patamar 1 passou de R$ 3 para R$ 4 a cada 100 kWh e no patamar 2 da bandeira passou de R$ 5 para R$ 6 por 100 kWh consumidos. A bandeira verde não tem cobrança extra.

Os recursos pagos pelos consumidores vão para uma conta específica e depois são repassados às distribuidoras de energia para compensar o custo extra da produção de energia em períodos de seca.

Cariri em Ação

Notícias relacionadas

Magistrados assumem vagas na Justiça Federal da Paraíba

foxpb

João Azevêdo condena ataque de Bolsonaro e clama: “A Paraíba precisa de atenção independente das diferenças”

foxpb

Bolsonaro reduz impostos sobre videogames

foxpb

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.